4 formas diferentes de fazer ovo

Thumb 4 formas diferentes de fazer ovo

O ovo é um alimento rico em proteínas, cálcio, selênio, fósforo, vitaminas A, D, E e do complexo B. Muitas pessoas fazem o preparo de uma forma só, mas esse ingrediente é versátil, e combina com muitas receitas.

Inclua o ovo na sua dieta

1-Ovo frito:em uma frigideira antiaderente, coloque pouco óleo ou azeite, não o mexa enquanto estiver no fogo, e tampe-o para a clara ficar no ponto certo, sem a gema ficar dura.

2-Ovo cozido:em uma panela de água fervente, acrescente o ovo (em temperatura ambiente), contando 4 minutos para a gema ficar mole, e 9 minutos para o ovo ficar mais duro. Se passar do ponto, a gema fica cinza e perde o seu sabor.

3-Omelete:bata quantos ovos quiser, com um pouco de creme de leite na batedeira até formar espuma. Despeje em uma frigideira antiaderente com tampa, em fogo baixo.

4-Ovo mexido:coloque os ovos em uma frigideira antiaderente, em banho-maria, para que ele fique cremoso.

Benefícios do ovo

Os benefícios do ovo são pouco conhecidos, e geralmente é um ingrediente negligenciado por muitas pessoas, devido a sua má fama. Conheça alguns dos pontos positivos desta proteína:

-Possui baixo valor calórico, pois um ovo inteiro, contém cerca de 70 calorias. Parte delas encontram-se na gema.

-O ovo possui 6 gramas de proteína em média, sendo um alimento rico em todos os nutrientes de aminoácidos próprios para o corpo, nas quantidades exatas, e são 100% absorvidas pelo organismo.

-Por ser uma proteína, ele produz mais saciedade, ou seja, a fome passa rápido, sem precisar ficar comendo muito, em pouco tempo.

-Possui ômega-3, que são benéficas para o cérebro e para a visão. Apenas 28% das gorduras presentes no ovo são saturadas, a maior parte são ácidos graxos, que propiciam mais energia para todo o corpo humano.

-Para quem precisa aumentar a sua massa muscular, o ovo é um importante aliado. Isso porque ele é rico em zinco, que estimula a produção de testosterona, hormônio que facilita o crescimento dos músculos.

As pessoas que possuem um nível de colesterol elevado no sangue, devem primeiro consultar um médico ou nutricionista, para o ajuste adequado da quantidade diária de consumo de ovo.

O ovo pode ser consumido até quatro vezes na semana, dia sim e dia não, utilizando todas as formas de preparo dessa proteína rica, que perde apenas para o leite materno.

As gorduras boas contidas no ovo, são boas para o coração, prevenindo o infarto e outras doenças cardiovasculares. A colina presente no alimento, propicia uma melhor saúde do fígado e para o sistema nervoso central.

Incluindo o ovo na dieta, ele auxiliará no emagrecimento, pois devido à saciedade que propicia e os nutrientes completos, a consequência é uns quilos a menos na balança, sem fazer muito esforço.

É preferível comprar os ovos orgânicos, já que as galinhas que os forneceram, são alimentadas com mais nutrientes, do que as que são criadas em granjas (alimentadas somente com a ração).

Envie seu comentário:

Você também pode gostar:



Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE